Copyright © Nat Bespaloff
Design by Dzignine
15 de mai de 2016

O Amor, segundo Amelia Brand

https://www.facebook.com/filmow/videos/10154182891382509/

– ... E isso me faz querer seguir o meu coração. E talvez nós passamos tempo demais tentando entender isso tudo com teoria...
– Você é uma cientista, Brand... – Cooper cortou.
– Eu sou. Então me escute quando eu digo que o amor não é algo que inventamos. É observável, poderoso. Por que isso não deveria significar alguma coisa? 
– Significa. Utilidade social – disse Cooper. – Criação de filhos, laços sociais.
– Nós amamos pessoas que já morreram– Brand opôs. – Onde está a utilidade social nisso? Talvez signifique mais, algo que não podemos entender ainda. Talvez seja alguma evidência, algum artefato de maior dimensão que não podemos conscientemente perceber. Eu sou atraída por alguém que não vejo a uma década, e sei que pode, provavelmente, estar morto. O amor é a única coisa que somos capazes de perceber, que transcende as dimensões de tempo e espaço. Talvez devêssemos confiar, mesmo que não consigamos entender. 

Diálogo do filme "Interestelar".


"O amor é a única coisa que podemos perceber que transcende a dimensão de tempo e espaço."

0 comentários:

Postar um comentário

oiiiii

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...